A carregar...
PT  EN
Facebook Twitter

De até

Eventos

António Bolota: Cume

23 janeiro – 11 setembro

 

António Bolota começou a expor em meados dos anos 90 do século XX, trazendo para o universo artístico saberes oriundos da Engenharia, área onde radica a sua formação. Um conjunto de conhecimentos técnicos são convocados na criação de esculturas que se confrontam com o espaço para onde são construídos ou que se fundem com a própria arquitetura. 

 

Os trabalhos de Bolota respondem sempre à especificidade de cada local, relacionam-se com a arquitetura e são resultado de uma operação de manobra das forças que atuam nos corpos, como a gravidade, o peso, a atração, a tensão ou o equilíbrio.  A escala das obras, a relação com a arquitetura, a relação com o chão, a relação com o corpo do espectador, o rigor do desenho e do acabamento e o recurso a materiais constituem uma gramática que remete para as experiências levadas a cabo no final dos anos 60 do século XX, inseridas na tradição da escultura moderna.

 

Bolota foi um dos artistas selecionados para o Prémio EDP Novos Artistas, em 2009. Para a exposição no Fórum Eugénio de Almeida irá trabalhar com a memória da construção local, elevando uma tradição arquitetónica milenar, a taipa, a objeto de reflexão e estudo. A construção da sua obra, em parceria com a Confraria da Taipa, será feita enquanto trabalho de comunidade, para o qual serão convidadas diversas escolas e associações da cidade.

 

Legenda da foto: Construção em taipa, Serpa – NaturEthos©Foto Pedro Parente