A carregar...
PT  EN
Facebook Twitter

Fórum Eugénio de Almeida inaugura com projeto artístico Portas Abertas

img_2
img1

Fórum Eugénio de Almeida, Évora, 2013
Foto | Jerónimo Heitor Coelho

©Fundação Eugénio de Almeida

 

 

Novo espaço dedicado à arte e cultura contemporânea em Évora, Portugal

Fórum Eugénio de Almeida inaugura com projeto artístico Portas Abertas

 

O Fórum Eugénio de Almeida inaugura no dia 11 de julho de 2013 com o projeto artístico Portas Abertas. A iniciativa reúne em Évora obras de criadores de todo o mundo, tendo como ponto de partida a identidade histórica do edifício que ocupa e a relevância dos valores que traduzem o programa de ação deste novo equipamento cultural. Com uma área expositiva de 1200 m² e instalado no antigo Palácio da Inquisição, o Fórum Eugénio de Almeida recupera para a fruição pública um património arquitectónico localizado no centro histórico da cidade, transformando-o num espaço dedicado às expressões artísticas e culturais contemporâneas.

 

Esta inauguração inscreve-se no programa comemorativo dos 50 anos da Fundação Eugénio de Almeida, que assinala também em 2013 o centenário do seu instituidor, Vasco Maria Eugénio de Almeida.

 

Sediado no coração da cidade classificada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade, o Fórum Eugénio de Almeida é um espaço vocacionado para a promoção de ações artísticas e culturais orientado pelo compromisso social e por práticas sustentáveis que aposta numa programação multidisciplinar, formativa e inclusiva, concretizada através de exposições, com um foco especial na arte contemporânea, assim como na organização de projetos performativos e de programas pedagógicos orientados para a sensibilização e motivação dos diferentes públicos.

 

O Fórum Eugénio de Almeida inaugura com o projeto artístico internacional Portas Abertas que sublinha a importância da participação, da cooperação e transterritorialidade na criação artística contemporânea. Portas Abertas resulta de um convite a criadores de todo o mundo para apresentarem uma obra que traduzisse a sua visão sobre a dicotomia entre o contexto histórico que envolve o espaço onde é apresentado e o mundo atual, como sinal de que a arte pode abrir portas ao diálogo, base para a construção de uma sociedade mais justa, tolerante e inclusiva.

 

Assente nos conceitos de espaço-rede, diálogo, descentralização, interculturalidade e inclusão, Portas Abertas dá corpo à filosofia e aos princípios deste novo espaço dedicado as manifestações artísticas e culturais como contributo para uma sociedade mais coesa e plural.

 

Partindo do conceito de igualdade e numa clara alusão à convivência e diálogo entre diferentes expressões estarão patentes, até 6 de outubro, obras de criadores de 60 países, usando o mesmo tipo de suporte e dimensões expositivas, num discurso universal e sem fronteiras.

 

No âmbito da inauguração estará ainda patente ao público A Construção do Lugar, uma exposição que é um convite à compreensão da evolução história e arquitetónica do edifício que acolhe o Fórum Eugénio de Almeida e da sua relação com o espaço urbano envolvente. Nos dias 12 e 13, tem lugar o Simpósio Internacional Praxis e Contexto da Arte Contemporânea, iniciativa que reúne profissionais nacionais e internacionais de reconhecido prestígio no mundo da arte contemporânea em torno da temática das atuais práticas artísticas e dos novos papéis dos diversos agentes envolvidos na dinâmica criativa e operativa da arte e da cultura hoje.

 

Sobre o Fórum Eugénio de Almeida

O Fórum Eugénio de Almeida é composto por dois pisos que compreende 1.200 m2 de área de exposições temporárias e dois espaços especializados: sala Rostrum, destinada às últimas tendências e projetos experimentais, e o espaço Atrium. Dispõe ainda de um auditório, salas multiusos, centro de reuniões e conferências, espaços de lazer (restaurante, cafetaria e wine bar) e loja. A área exterior compreende o Páteo de Honra, o Jardim Norte e o Jardim das Casas Pintadas, cuja galeria inclui um exemplar único em Portugal de pintura mural palaciana da segunda metade do século XVI. O conjunto soma mais de 3.000 m2 (2.382 m2 do Palácio da Inquisição e das Casas Pintadas e 811 m2 das Salas Polivalentes e Auditório).

 

O edifício do Fórum Eugénio de Almeida resulta da recente requalificação do património edificado da Fundação Eugénio de Almeida no âmbito da parceria para a regeneração urbana da cidade e agrega o Palácio da Inquisição, as Casas Pintadas e o antigo Fórum Eugénio de Almeida. 

O novo centro cultural dá continuidade ao investimento da Fundação Eugénio de Almeida dos últimos 11 anos na promoção e divulgação da arte moderna e contemporânea que deu lugar à realização de 36 exposições.

 

Calendário Expositivo 2013/2014

 

Exposição A Construção do Lugar

11 julho de 2013 – 09 março de 2014

 

Construção do Lugar é um convite à compreensão da evolução história e arquitetónica do edifício que acolhe o Fórum Eugénio de Almeida e da sua relação com o espaço urbano envolvente. Uma viagem ímpar por 5 séculos de história que permite explorar e compreender as suas ocupações mais emblemáticas, com destaque para o projeto de requalificação agora concluído, que o adaptou às suas novas e atuais funções de espaço cultural.

 

 

Exposição The Time Machine: O Lugar das Máquinas

Edgar Martins

19 de setembro 2013 – 02 fevereiro 2014

 

O Fórum Eugénio de Almeida expõe, pela primeira vez em Évora, uma mostra de Edgar Martins, artista eborense radicado em Londres e um dos expoentes da fotografia contemporânea. The Time Machine tem como tema central as Centrais Hidroelétricas de Portugal. As dimensões históricas sociais e estéticas convivem nesta série fotográfica produzida durante dois anos de trabalho de pesquisa, documentação e visita a 80 centrais e barragens. Para Edgar Martins, o projeto é também uma reflexão sobre o paradoxo da modernização e sobre os valores tecnológicos ideológicos emocionais e psicológicos destes espaços. Nesta exposição, patente na sala Rostrum, são apresentadas fotografias inéditas da barragem do Alqueva, no Alentejo. A iniciativa é cofinanciada pelo QREN/FEDER, no âmbito do Programa Operacional INALENTEJO.

 

Exposição Obras ZKM | Media Museum

28 novembro de 2013 – 09 março de 2014

 

O Fórum Eugénio de Almeida expõe, pela primeira vez em Portugal, uma seleção das obras mais expoentes da coleção do ZKM | Center for Art and Media Karlsruhe, na Alemanha, o mais importante centro de arte e tecnologia a nível mundial. A mostra oferece um panorama amplo da produção da media art internacional, destacando peças-chave nos campos da arte interativa, das instalações audiovisuais e da videoarte.

 

 

Sobre a Fundação Eugénio de Almeida

A Fundação Eugénio de Almeida, Instituição de direito privado e utilidade pública, celebra este ano o seu cinquentenário e o centenário sobre o nascimento do seu fundador, Vasco Maria Eugénio de Almeida. Tem como missão promover o desenvolvimento integrado da região de Évora numa perspetiva de valorização do capital humano e da sustentabilidade, através da criação de oportunidades culturais, educativas e sociais para as pessoas. “Mais pelas pessoas, para mais pessoas”, é o lema que assinala este ano comemorativo.

 

 

www.foruemea.pt

https://www.facebook.com/ForumEugeniodeAlmeida

http://www.fundacaoeugeniodealmeida.pt

 

 

 

img3